Seja bem-vindo a Bamboletras!

UM FASCISTA NO DIVÃ

R$40,00
A peça trata da disputa de duas tendências: uma concepção racionalista e comprometida com as liberdades e o pensamento democrático representada pela psicanalista e uma concepção irracional típica da personalidade autoritária crescente na sociedade brasileira representada pelo personagem do fascista. A peça se propõe a mostrar que enquanto a intelectualidade se limita a ridicularizar e menosprezar o fascismo, ele cresce entre a população.

Trata-se de um duelo em que a personagem da psicanalista está fadada a perder em um momento de empobrecimento da subjetividade. Para além da tragédia e do drama, a proposta é de que o espectador se perceba e se assuste com sua simpatia pelo fascista. A personagem da psicanalista mostra a fragilidade da consciência, e a ingenuidade do intelectual, diante do fascismo e seu esforço de resistência.

A psicanalista (como a sociedade ilustrada) primeiro acha o fascista, que chega ao seu consultório, um sujeito tosco e inofensivo, meio engraçado, e depois percebe o seu perigo. Ela começa professoral e didática e passa a ser irônica; aos poucos se percebe assustada.

Ele começa como um bonachão e depois acirra o ânimo, torna-se cada vez mais cínico. O tom de sua fala é de um canastrão, o que cativa o público e é sempre meio autoritário. Em vários momentos ele mistura convicção com deboche. Ele é meio burro e bastante convicto. Há notas afetadas em seu modo de falar.

Em um primeiro momento ela adota uma postura tipicamente lacaniana, depois ela se torna mais debochada e por fim ela chega ao desespero. Trata-se de enfrentar esse “elemento de desespero” que está oculto diante do que vem acontecendo no Brasil.
Descrição
A peça trata da disputa de duas tendências: uma concepção racionalista e comprometida com as liberdades e o pensamento democrático representada pela psicanalista e uma concepção irracional típica da personalidade autoritária crescente na sociedade brasileira representada pelo personagem do fascista. A peça se propõe a mostrar que enquanto a intelectualidade se limita a ridicularizar e menosprezar o fascismo, ele cresce entre a população. Trata-se de um duelo em que a personagem da psicanalista está fadada a perder em um momento de empobrecimento da subjetividade. Para além da tragédia e do drama, a proposta é de que o espectador se perceba e se assuste com sua simpatia pelo fascista. A personagem da psicanalista mostra a fragilidade da consciência, e a ingenuidade do intelectual, diante do fascismo e seu esforço de resistência. A psicanalista (como a sociedade ilustrada) primeiro acha o fascista, que chega ao seu consultório, um sujeito tosco e inofensivo, meio engraçado, e depois percebe o seu perigo. Ela começa professoral e didática e passa a ser irônica; aos poucos se percebe assustada. Ele começa como um bonachão e depois acirra o ânimo, torna-se cada vez mais cínico. O tom de sua fala é de um canastrão, o que cativa o público e é sempre meio autoritário. Em vários momentos ele mistura convicção com deboche. Ele é meio burro e bastante convicto. Há notas afetadas em seu modo de falar. Em um primeiro momento ela adota uma postura tipicamente lacaniana, depois ela se torna mais debochada e por fim ela chega ao desespero. Trata-se de enfrentar esse “elemento de desespero” que está oculto diante do que vem acontecendo no Brasil.
Informações Adicionais
Autor MARCIA TIBURI
Tradutor Não
Ano de Edição 2021
Editora Nós
ISBN 9786586135190
Ano 2021
Edição 1
Origem Nacional
Formato Livro
Encadernação Brochura
Idioma Português
País Brasil
Páginas 64
Altura 21cm
Comprimento 12cm
Largura 1cm
Peso 0,150g
Comentários

Queremos saber sua opinião

Produto: UM FASCISTA NO DIVÃ

Como você avalia este produto? *

  1 estrela 2 estrelas 3 estrelas 4 estrelas 5 estrelas
Qualidade
Preço
Aprovação
Tags do Produto

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.

Carregando...

Sua privacidade

Nós respeitamos muito sua privacidade. O site utiliza cookies e tecnologias semelhantes para oferecer conteúdos e ofertas personalizadas para você. Você pode entender melhor como nós utilizamos cookies em nossa política de privacidade.